"Nada lhe posso dar que já não exista em você mesmo. Não posso abrir-lhe outro mundo de imagens, além daquele que há em sua própria alma. Nada lhe posso dar a não ser a oportunidade, o impulso, a chave. Eu o ajudarei a tornar visível o seu próprio mundo, e isso é tudo." - HERMANN HESSE


"O que se deseja não é geralmente o que se quer. A questão é que frequentemente, quando temos muito do que pensamos que desejamos, o resultado pode ser o horror. A psicanálise faz algo que pode parecer simples: te confrontar sem desculpas com o que você realmente quer. É horrível de assumir. Nossa posição natural é a hipocrisia: desejamos algo, mas preferimos não ter o que queremos ".
SLAVOJ ZIZEK


PERIPATÉTICO é uma série de 5 programas produzidos pela CPFL Cultura e Bossa Nova Films que em sua primeira temporada aborda os seguintes temas: VAIDADE, SEXO, , MELANCOLIA E CASAMENTO.
Na atração, diferentes grupos de pessoas se reúnem com o filósofo Luiz Felipe Pondé durante um dia em uma casa de campo. A convivência e a filosofia se combinam para buscar a compreensão da vida cotidiana de cada um entorno do tema em questão. Inspirado pela escola de Aristóteles, que levava seus discípulos ao ar livre para pensar e compreender o mundo em que viviam, Peripatético usa a filosofia como um instrumento prático para a vida, provocando o pensamento filosófico no homem comum. A experiência demonstra que as idéias mais sofisticadas da filosofia não precisam ficar protegidas atrás das cátedras, entre os muros acadêmicos. No Peripatético, as ideias filosóficas se debatem com casos concretos, relatos de pessoas reais escolhidas especialmente para cada tema. Assista on-line aqui!




UM ENCONTRO COM LACAN
Com a direção de Gerard Miller o documentário visa desvendar a intimidade cotidiana de Lacan, por meio de depoimentos de seus pacientes, alunos e amigos. Em RENDEZ VOUS CHEZ LACAN, o público acompanha a biografia de um ícone do século XX, cujas considerações apontam para o mais estimulante e sulfuroso dos psicanalistas. Imperdível! Assista on-line aqui!





“O PSICANALISTA NÃO FALA, SÓ ESCUTA” – VERDADE?  A ideia do analista sempre silencioso é uma caricatura. Isso não quer dizer, contudo, que o silêncio não tenha sua função no processo analítico. Se fosse “verdade” que o analista não fala, ainda assim teríamos aí uma questão que mereceria melhores esclarecimentos. Texto de Flavia Bonfim, na sessão ARTIGOS.



A EPIDEMIA DE DOENÇA MENTAL”: Por que cresce assombrosamente o número de pessoas com transtornos mentais e de pacientes tratados com antidepressivos e outros medicamentos psicoativos? Será que “O HOMEM NÃO ACEITA MAIS FICAR TRISTE”? Qualquer tristeza tem sido tratada como doença psiquiátrica? Parece que vivemos “UMA INDÚSTRIA DO BEM-ESTAR” e temos visto que em nossa sociedade atual se prefere recorrer aos remédios a encarar o sofrimento.



Nossa época exige um novo conceito de análise, pois a sociedade contemporânea possui uma gama de mudanças significativas quando a questão do humano. Uma análise é aquilo que poderá levar o sujeito a ser capaz de transformar sua angústia imobilizadora em criatividade; a rigidez em flexibilidade; transformando a moral da necessidade em ética do desejo.


 
SUMIR NESSA VIDA: O suicídio, enquanto um ato sem falhas, seria uma resposta do sujeito frente à dor de existir: Quais as questões que ele coloca, clínica e teoricamente, articuladas com a estrutura e que estão relacionadas com a passagem ao ato ou com o acting out?

Qual o objeto do seu trabalho da saúde mental, com o que você trabalha? Quais são suas ferramentas de manejo nesse trabalho? Qual a finalidade do seu trabalho, o que deseja alcançar? Nosso objetivo se pauta em questionar, num provocar e numa posterior reflexão um dos principais recursos que dispomos – nós mesmos. Qual seu desejo? O que quer? ÉTICAS, DISCURSOS E A CLÍNICA DA SAÚDE MENTAL.

No Livro POR QUE A PSICANÁLISE? Elizabeth Roudinesco faz um balanço magistral dos cem anos da psicanálise e faz uma projeção de seu futuro. Na contracorrente do fascínio pela neurociência, fustiga uma sociedade em que o homem é levado a tratar suas neuroses a golpes de receitas médicas, atacando tanto as correntes cientificistas quanto as obscurantistas e charlatanescas. Neste pequeno e certeiro ensaio, fundamental para quem se interessa pelo tema, o ataque é direto, na melhor tradição do intelectual combativo, figura em desaparição na era de consensos.
 

Em SONHOS DO AVESSO, a psicanalista Maria Rita Kehl afirma que a clínica tem sido “contaminada” por critérios de mercado e que o universo familiar gerador de valores está “totalmente atravessando pela linguagem da eficiência comercial”




No artigo O URSO-POLAR E A BALEIA Christian Ingo Lenz Dunker aborda que as divergências entre a psicanálise e a psiquiatria estão mal focadas. Ficamos tristes porque há menos serotonina, ou há menos serotonina porque ficamos tristes?

ENTREVISTAS
O AMOR E O IMPOSSÍVEL: Jacques-Alain Miller diz que "os amantes estão, de fato, condenados a aprender indefinidamente a língua do outro, tateando, buscando as chaves, sempre revogáveis. O amor é um labirinto de mal entendidos onde a saída não existe".
O VALOR DA VIDA: entrevista do criador da psicanálise ao jornalista americano George Sylvester Viereck, em 1926. Nela Freud diz que "uma psicanálise não é uma investigação científica imparcial, mas uma medida terapêutica. Sua essência não é provar nada, mas simplesmente alterar alguma coisa..."

NÃO EXISTE GRANDE OUTRO: Slavoj Zizek desmentindo a suposta crise da psicanálise diz que esta somente agora adquire seu pleno valor. Como a ética lacaniana pode nos orientar diante das inúmeras escolhas morais da atualidade?
MAR ADENTRO, produção espanhola de conta o drama de RamónSampedro, um homem que luta para ter o direito de pôr fim à sua própria vida. Na juventude ele sofreu um acidente, que o deixou tetraplégico e preso a uma cama por 28 anos. Lúcido e extremamente inteligente, Ramón decide lutar na justiça pelo direito de decidir sobre sua própria vida, o que lhe gera problemas com a igreja, a sociedade e até mesmo seus familiares. Outras dicas na sessão de FILMES.




O homem é uma máquina de desejar”. Esta afirmação, de Michel Foucault, resume o comportamento do homem moderno diante da motivação e dos ensinamentos que temos recebido na cultura ocidental. MARKETING DA PERVERSÃO: A NOVA ECONOMIA DO DESEJO é o artigo de Andreya Navarro que analisa tais questões.

 
O CAFÉ FILOSÓFICO é uma série de encontros nos quais são abordados anseios e angústias dos indivíduos na sociedade contemporânea, tendo como referências teóricas fundamentais a Psicanálise e a Filosofia. Os encontros originam séries de programas que vão ao ar pela TV Cultura. Todos os domingos, às 22 horas. As palestras na íntegra você pode assistir no site da CPFL Cultura.